Boa tarde, Me cansei de ficar passeando de sites em sites em busca de um bom gerador de CPF e CPNJ, para executar testes em sistemas. Hoje acordei cedo e resolvi montar um simples e funcional, que atenda bem as minhas necessidades. Segue o link http://eduardosgode.com.br/gerarCpf.php

close

Boa tarde, Me cansei de ficar passeando de sites em sites em busca de um bom gerador de CPF e CPNJ, para executar testes em sistemas. Hoje acordei cedo e resolvi montar um simples e funcional, que atenda bem as minhas necessidades. Segue o link http://eduardosgode.com.br/gerarCpf.php

Read more

Um dos motivos do grande sumiço desse espaço nos últimos tempos é justamente a falta de tempo e o aprendizado das tecnologias Microsoft, e também que tive que me aprofundar um pouco mais em Javascript. HTML / XML ASP.NET / .NET Framework / C# ou VB.NET SQL Server IIS Sharepoint Object Model Silverlight e XAML WCF Web Services Dá para trabalhar com sharepoint sem saber isso? Claro que dá, assim como você pode trabalhar com WordPress sem nunca ter programado uma linha. Mas quanto mais você souber, melhor será o trabalho que poderá desenvolver.  

close

Um dos motivos do grande sumiço desse espaço nos últimos tempos é justamente a falta de tempo e o aprendizado das tecnologias Microsoft, e também que tive que me aprofundar um pouco mais em Javascript. HTML / XML ASP.NET / .NET Framework / C# ou VB.NET SQL Server IIS Sharepoint Object Model Silverlight e XAML WCF Web Services Dá para trabalhar com sharepoint sem saber isso? Claro que dá, assim como você pode trabalhar com WordPress sem nunca ter programado uma linha. Mas quanto mais você souber, melhor será o trabalho que poderá desenvolver.  

Read more

Posted in C#

Para quem visita esse lugar, pode parecer que quase não tem atualizações. O motivo é simples, eu não faço copy paste de nenhum conteúdo… Tudo que eu apresento aqui, é fruto de algo que eu passei ou precisei, e tive que sair pesquisando, após isso, se acho válido, eu compilo um novo tutorial com base no que fiz, com exemplos próprios. Esse tipo de coisa acaba tomando tempo para ser desenvolvido, e sem uma programação específica para esse fim, acabo não atualizando. Estou tomando algumas medidas pessoais para voltar a postar, e tem muitas coisas dos meus últimos aprendizados. Materiais sobre Javascript, CSS3 e HTML5, bem como programação em JAVA e

close

Para quem visita esse lugar, pode parecer que quase não tem atualizações. O motivo é simples, eu não faço copy paste de nenhum conteúdo… Tudo que eu apresento aqui, é fruto de algo que eu passei ou precisei, e tive que sair pesquisando, após isso, se acho válido, eu compilo um novo tutorial com base no que fiz, com exemplos próprios. Esse tipo de coisa acaba tomando tempo para ser desenvolvido, e sem uma programação específica para esse fim, acabo não atualizando. Estou tomando algumas medidas pessoais para voltar a postar, e tem muitas coisas dos meus últimos aprendizados. Materiais sobre Javascript, CSS3 e HTML5, bem como programação em JAVA e

Read more

Posted in Sem categoria

Em caso de problemas com modo de compatibilidade (normalmente, isso é quando no Chrome e Firefox o site fica perfeito, e no IE, todo zoado). Para evitar o modo de compatibilidade do IE, no cabeçalho da página, podemos adicionar PS. Caso queira que o sistema carregue como uma versão específica do IE, só utilizar content=”IE=8″ (por exemplo). Opcionalmente, para aplicações .NET, podemos usar no web-config Caso queira se aprofundar no assunto, o link abaixo te leva diretamente para o site oficial da Microsoft.

close

Em caso de problemas com modo de compatibilidade (normalmente, isso é quando no Chrome e Firefox o site fica perfeito, e no IE, todo zoado). Para evitar o modo de compatibilidade do IE, no cabeçalho da página, podemos adicionar PS. Caso queira que o sistema carregue como uma versão específica do IE, só utilizar content=”IE=8″ (por exemplo). Opcionalmente, para aplicações .NET, podemos usar no web-config Caso queira se aprofundar no assunto, o link abaixo te leva diretamente para o site oficial da Microsoft.

Read more

Ocasionalmente precisamos fazer consultas no banco de dados, não importa qual o banco, na vida de um programador, isso sempre se faz necessário, especialmente para relatórios. Quando o valor tem a ver com movimentações financeiras, ou quais tratativas que envolvam números, acabamos precisando tratar os valores nulos por isso, segue abaixo a funcionalidade de validação de nulo nos principais bancos de dados. MySQL – IFNULL ou COALESCE SELECT ProductName,UnitPrice*(UnitsInStock+IFNULL(UnitsOnOrder,0)) FROM Products SELECT ProductName,UnitPrice*(UnitsInStock+COALESCE(UnitsOnOrder,0)) FROM Products PostgreeSQL – NVL ou COALESCE SELECT ProductName,UnitPrice*(UnitsInStock+NVL(UnitsOnOrder,0)) FROM Products SELECT ProductName,UnitPrice*(UnitsInStock+COALESCE(UnitsOnOrder,0)) FROM Products Oracle – NVL SELECT ProductName,UnitPrice*(UnitsInStock+NVL(UnitsOnOrder,0)) FROM Products MSSQL Server – ISNULL SELECT ProductName,UnitPrice*(UnitsInStock+ISNULL(UnitsOnOrder,0)) FROM Products

close

Ocasionalmente precisamos fazer consultas no banco de dados, não importa qual o banco, na vida de um programador, isso sempre se faz necessário, especialmente para relatórios. Quando o valor tem a ver com movimentações financeiras, ou quais tratativas que envolvam números, acabamos precisando tratar os valores nulos por isso, segue abaixo a funcionalidade de validação de nulo nos principais bancos de dados. MySQL – IFNULL ou COALESCE SELECT ProductName,UnitPrice*(UnitsInStock+IFNULL(UnitsOnOrder,0)) FROM Products SELECT ProductName,UnitPrice*(UnitsInStock+COALESCE(UnitsOnOrder,0)) FROM Products PostgreeSQL – NVL ou COALESCE SELECT ProductName,UnitPrice*(UnitsInStock+NVL(UnitsOnOrder,0)) FROM Products SELECT ProductName,UnitPrice*(UnitsInStock+COALESCE(UnitsOnOrder,0)) FROM Products Oracle – NVL SELECT ProductName,UnitPrice*(UnitsInStock+NVL(UnitsOnOrder,0)) FROM Products MSSQL Server – ISNULL SELECT ProductName,UnitPrice*(UnitsInStock+ISNULL(UnitsOnOrder,0)) FROM Products

Read more

Posted in Banco de dados

Quando comecei a re-estudar análise, em casa, depois da faculdade, busquei alguns livros bons sobre o assunto, porém é bem difícil de encontrar referências. Seguem abaixo, 3 livros sobre UML, recomendados pelo meu professor. UML2 – Uma abordagem Prática Gilleanes T. A. Guedes Editora Novatec Modelagem Orientada a Objetos com a UML José Eduardo Zindel Deboni Editora Futura Desenvolvendo aplicações com UML 2.2 Ana Cristina Melo Editora Brasport Os links para os livros são os primeiros que eu achei em mecanismos de busca… Não me responsabilizo pelo funcionamento. 🙂

close

Quando comecei a re-estudar análise, em casa, depois da faculdade, busquei alguns livros bons sobre o assunto, porém é bem difícil de encontrar referências. Seguem abaixo, 3 livros sobre UML, recomendados pelo meu professor. UML2 – Uma abordagem Prática Gilleanes T. A. Guedes Editora Novatec Modelagem Orientada a Objetos com a UML José Eduardo Zindel Deboni Editora Futura Desenvolvendo aplicações com UML 2.2 Ana Cristina Melo Editora Brasport Os links para os livros são os primeiros que eu achei em mecanismos de busca… Não me responsabilizo pelo funcionamento. 🙂

Read more

Posted in Sem categoria

Quando se programa em várias linguagens, sempre acabamos pensando, “ah, mas em php eu usava isso, como será que faço em C# (ou em Java)? Segue abaixo uma função que tem o mesmo retorno da prática is_numeric() do php, bem útil em certas situações. protected bool isNumeric(string strString) { //validate if IsNumeric Regex reNum = new Regex(@”^\d+$”); return reNum.Match(strString).Success; }

close

Quando se programa em várias linguagens, sempre acabamos pensando, “ah, mas em php eu usava isso, como será que faço em C# (ou em Java)? Segue abaixo uma função que tem o mesmo retorno da prática is_numeric() do php, bem útil em certas situações. protected bool isNumeric(string strString) { //validate if IsNumeric Regex reNum = new Regex(@”^\d+$”); return reNum.Match(strString).Success; }

Read more

Posted in C#

Maxlenght é uma função mágica que nos poupa muito trabalho na hora de validar e submeter campos, afinal, o banco de dados normalmente tem limitações que devem ser respeitadas. O único problema é quando precisamos limitar um textarea, já que o mesmo não aceita a simples função maxlenght… Esse script, dividido e 2 partes, uma função javascript e chamadas na input. Originalmente ia usar jQuery nesse post, porém, para certos casos ainda prefiro usar o javascript puro. Função em javascript: function textCounter(field, countfield, maxlimit) { if (field.value.length > maxlimit) field.value = field.value.substring(0, maxlimit); else countfield.value = maxlimit – field.value.length; } Código para ser colocado no html: Comentário: Você ainda pode digitar

close

Maxlenght é uma função mágica que nos poupa muito trabalho na hora de validar e submeter campos, afinal, o banco de dados normalmente tem limitações que devem ser respeitadas. O único problema é quando precisamos limitar um textarea, já que o mesmo não aceita a simples função maxlenght… Esse script, dividido e 2 partes, uma função javascript e chamadas na input. Originalmente ia usar jQuery nesse post, porém, para certos casos ainda prefiro usar o javascript puro. Função em javascript: function textCounter(field, countfield, maxlimit) { if (field.value.length > maxlimit) field.value = field.value.substring(0, maxlimit); else countfield.value = maxlimit – field.value.length; } Código para ser colocado no html: Comentário: Você ainda pode digitar

Read more

Posted in Javascript, jQuery

Para gerar um retorno em json, podemos gerar no php um array, e na saída, gerar apenas um retorno usando json_encode. JSON – http://www.json.org/ json_encode – http://br.php.net/manual/en/function.json-encode.php $row[“campo1”] = “Nome”; $row[“campo2”] = “Campo 2”; echo json_encode($row); Para ler o retorno, usando ajax, pode-se utilizar a requisição criada nesse outro post. Requisição AJAX com timeout

close

Para gerar um retorno em json, podemos gerar no php um array, e na saída, gerar apenas um retorno usando json_encode. JSON – http://www.json.org/ json_encode – http://br.php.net/manual/en/function.json-encode.php $row[“campo1”] = “Nome”; $row[“campo2”] = “Campo 2”; echo json_encode($row); Para ler o retorno, usando ajax, pode-se utilizar a requisição criada nesse outro post. Requisição AJAX com timeout

Read more

Posted in PHP

Segue abaixo uma sugestão para executar um ajax com timeout, após o timeout, o sistema irá executar o erro. function buscaAjax() { var strUrl = “busca.php”; $.ajax({ cache:false, timeout:8000, type:”POST”, url:strUrl, dataType: ‘json’, data:allFormValues, success: function(data) { alert(data.campo1); alert(data.campo2); }, error: function(e, xhr){ alert(“Por favor, tente novamente mais tarde.”); } }); } PS. Código original não tinha justamente o timeout. Corrigido.

close

Segue abaixo uma sugestão para executar um ajax com timeout, após o timeout, o sistema irá executar o erro. function buscaAjax() { var strUrl = “busca.php”; $.ajax({ cache:false, timeout:8000, type:”POST”, url:strUrl, dataType: ‘json’, data:allFormValues, success: function(data) { alert(data.campo1); alert(data.campo2); }, error: function(e, xhr){ alert(“Por favor, tente novamente mais tarde.”); } }); } PS. Código original não tinha justamente o timeout. Corrigido.

Read more

Posted in Javascript, jQuery